sexta-feira, 2 de julho de 2010

Indício de sabedoria


Vejo as reservas que podemos levantar face ao conhecimento, como um indício de sabedoria.
Quando dizemos que alguém tem conhecimento de algo, o que é que isso significa? Ou por outra, quando alguém tem conhecimento de algo, o que é que tem? Onde está o conhecimento? Ocupa lugar? Qual a relação entre o conhecimento e aquilo que se conhece? Pode falar-se em conhecimento falso e conhecimento verdadeiro? E os saberes? Também são sempre ou falsos ou verdadeiros?
Alguém me ajuda a responder a estas questões?
Quando falamos de sabedoria estamos a considerar que há diferenças entre saber, conhecimento, ciência e sabedoria. Por exemplo, transmitir conhecimento envolve linguagens que não são propriamente, nem necessariamente, semelhantes às que se usam para partilhar e comunicar sabedoria ou, em geral, saberes de vária ordem. Os gestos, os comportamentos, as expressões corporais, as artes, a literatura… E as prioridades da acção, os valores e as virtudes podem justificar-se na sabedoria antes de o serem ou de poderem ser justificados por alguma espécie de conhecimento.
Toda a sabedoria e todo o saber são formas de conhecimento?
E a inversa é verdadeira?

1 comentário:

tst oproprio disse...

Toda a sabedoria e todo o saber são formas de conhecimento,assim é.
E a inversa é verdadeira, é pode não o considerar mas sabedoria é subjectiva, não a considero como um valor absoluto.

Ocupa lugar. ocupa ligações nervosas, se existe fora do corpo se é armazenado num não-espaço, isso ninguém o pode afirmar, aparentemente ocupa um espaço físico.
se existe para além dele????
Qual a relação entre o conhecimento e aquilo que se conhece? falácia lógica depende da definição dos termos
Pode falar-se em conhecimento falso e conhecimento verdadeiro?
pode-se falar em conhecimento aparentemente falso, certezas absolutas não existem



Quando falamos de sabedoria estamos a considerar que há diferenças entre saber, conhecimento, ciência e sabedoria.
estamos, ou está?
é consensual?

Por exemplo, transmitir conhecimento pode envolver... linguagens... dissemelhantes às que se usam para partilhar e comunicar sabedoria ou, em geral, saberes de vária ordem. Os gestos, os comportamentos, as expressões corporais, as artes, a literatura…
E as prioridades da acção, os valores e as virtudes são construidos, não são inatos
alguns são geneticamente transmitidos, altruismo...tanto numa abelha como num humano

aparentemente, pelo menos